Fonte: OpenWeather

    Amazonas


    Deputado Sidney Leite questiona ação da Amazonas Energia sobre apagão

    A população de Manacapuru e Iranduba está há mais de 100 horas sem energia elétrica e água potável

    O deputado se reuniu com o prefeito, Beto D’Ângelo,
    O deputado se reuniu com o prefeito, Beto D’Ângelo, | Foto: Divulgação

    Manaus - população de Manacapuru e Iranduba está há mais de 100 horas sem energia elétrica e água potável,causando um transtorno generalizado em ambos os municípios e duros protestos dos moradores, que cobram o rápido retorno dos serviços e um mínimo de satisfação por parte da empresa concessionária Amazonas Energia.

    O deputado Sidney Leite esteve em Manacapuru e constatou vários problemas. O parlamentar verificou que a Amazonas Energia não cumpriu com o compromisso junto à Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), quando disse que iria resolver o problema pelo menos o retorno do abastecimento de água e, não o fez.

    “Essa empresa (Amazonas Energia) sequer consegue enviar geradores para a cidade para restabelecer, pelo menos o abastecimento de água. Isso é brincar com a dignidade daquele povo”, criticou o deputado.

    Força-tarefa

    O deputado se reuniu com o prefeito, Beto D’Ângelo, vereadores e gestores do Serviço de Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) da cidade, onde pôde verificar a força-tarefa criada no município para restabelecer, por meio de bombas geradoras, o mínimo possível de energia para atender ao abastecimento de água potável aos moradores da cidade.

    Para Sidney Leite, a crise da energia elétrica nesses dois municípios é uma humilhação imposta pela Amazonas Energia, que mostra falta de compromisso, falta de preparo e incompetência para gerenciar e resolver com brevidade possível o problema.

    Apagão

    O deputado acionou a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para cobrar providências sobre o fato e foi informado que uma equipe da instituição chega nesta quarta-feira, (24), no Amazonas para acompanhar e fiscalizar as ações da Amazonas Energia na resolução dessa grave crise energética.

    Durante o dia, a cidade está 100% no apagão, causando prejuízos incalculáveis, como alimentos estragados, suspensão de abate de carnes e animais morrendo nos criadouros localizados na zona rural do município.

    O apagão nesses municípios da região metropolitana de Manaus aconteceu na sexta-feira, (19), após um cabo subaquático se romper no rio Negro, causando inúmeros transtornos e prejuízos sociais e econômicos nas duas cidades.

    *Com informações da assessoria

    Leia mais:

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!

    Servidores públicos protestam em frente à sede do Governo do Amazonas

    Jovens pedem ajuda para participar de evento da igreja

    Comentários