Fonte: OpenWeather

    Projeto


    UEA realiza dia 5 e 6 de agosto encontro com tema sobre política

    Iniciativa visa à formação política na perspectiva de fraternidade

    O projeto tem como objetivo instigar a população a se envolver no processo político | Foto: Divulgação

    Manaus - Visando provocar e insistir na formação política na perspectiva da fraternidade, considerando que ela deve buscar sempre o bem comum, o Centro de Estudos Superiores de Parintins da Universidade do Estado do Amazonas (Cesp/UEA) realiza dois encontros nos dias (5) e (6) de agosto, no auditório da Cesp/UEA.

    Essa é mais uma ação do projeto “Política, eu me importo e participo”, da UEA, que tem a coordenação do professor Eliseu da Silva Souza e conta com apoio do Movimento Político Pela Unidade (MPPU), Diocese de Parintins e o Tribunal Regional Eleitoral (TRE/PIN).

    Nos dois encontros, as palestras serão ministradas pelo presidente nacional do MPPU, Flávio Dal Pozzo. Na programação de segunda-feira (5), o tema debatido será “A cultura da fraternidade na política”, destinado para políticos com mandato, partidos políticos, associações, secretários municipais e a população em geral.

    Na terça-feira (6), estudantes universitários e do Ensino Médio, professores em geral e a população participarão das discussões sobre “A importância dos estudantes na construção da política”.

    Sobre o projeto da UEA

    O projeto de extensão “Política, eu me importo e participo” tem como objetivo instigar a população, sobretudo os estudantes, a se envolverem no processo político com uma visão mais crítica, visto que muitas pessoas têm se distanciado das atividades políticas em função de notícias vinculadas pela mídia que descaracterizam a função própria da ação política.

    *Com informações da assessoria 

    Leia mais:

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!

    Praça da Matriz recebe ação do 'Julho Amarelo' nesta quarta-feira (31)

    Susam abre mais um centro para teste rápido de HIV, sífilis e hepatite

    Comentários