Fonte: OpenWeather

    Eleição


    Eleição 2020 terá 13 novos talentos revelados pelo RenovaBR

    Selecionados do Amazonas terão encontro, em Brasília, no dia 21 de setembro, para trocar experiências e conhecer os pormenores do projeto

    Os escolhidos passaram por uma seleção com 31 mil inscritos de todo o Brasil | Foto: Reprodução

    Manaus - Treze talentos políticos amazonenses revelados pelo programa RenovaBR poderão engrossar a disputa por um cargo no Executivo e no Parlamento municipal na eleição do próximo ano. Os escolhidos passaram por uma seleção com 31 mil inscritos de todo o Brasil, realizam semanalmente uma imersão sobre política e se reunirão em Brasília no próximo dia 21 de setembro, para discutir os novos rumos de desenvolvimento na esfera municipal. O programa, que oferece aprendizado e iniciação política, tem a intenção de colocar à disposição do eleitor pessoas qualificadas e capacitadas para exercer cargos na Câmara Municipal de Manaus (CMM) e Prefeitura de Manaus.

    Estarão na disputa Gustavo Picanço Feitoza, 38 (empresário); Ingrid Mendonça, 24 (psicóloga e presidente da Associação dos Deficientes Visuais do Amazonas, Membro do Conselho Estadual de Direito da Pessoa com deficiência); Rodrigo Souza, 33 (professor da rede estadual de ensino): Fabrício Mendes, 29 (técnico em turismo e hospitalidade, mídias digitais e marketing político); Gabriel Mota, 27 (professor da rede municipal de ensino); Juliana Afonso, 31 (Psicóloga do Tribunal se Justiça e Coordenadora estadual do Livres); Felipe Balieiro, 35 (Delegado de Polícia Civil); Wanessa Pacheco, 41 (Servidora Pública do Ministério Público do Estado); do Amazonas e Advogada; André Morais, 27 (universitário); Danilo Chui, 39 (Professor de Engenharia Mecânica da UFAM); Rogério Aguiar, 31( formado em administração (UEA) e servidor público do Estado); Artur Fonseca, 22, de Tefé (finalista do curso de direito na UEA), presidente do Instituto Ajuricaba, coordenador regional do UniLivres e vencedor do prêmio “Estudante do Ano 2017” oferecido pelo Students for Liberty Brasil) e Liliane Araújo, 37 (jornalista).

    À frente das empresas Gusta Mais, O Picolezeiro e Vaca Lambeu, o empresário Gustavo Picanço, revela que, aliando o conhecimento que adquire semanalmente com o RenovaBR à experiência com gestão e finanças, pode gerar um currículo positivo para sua pré-candidatura. Ele, que nunca havia se interessado pela política, conta que a motivação iniciou em 2018, quando participou da campanha eleitoral. Para ele, as referências do RenovaBR são Tabata Amaral (PDT- SP) e Felipe Rigoni (PSB-ES).

    Ao elencar as metas de aprendizado, Gustavo descreve que está em processos de construção do trabalho de conclusão, para entregar no final deste ano, e que o contínuo processo de atualização possibilita que cada selecionado saiba mais sobre o próprio perfil, público alvo e métodos de abordagens eficazes. “Isso é importante porque podemos trabalhar melhor numa pré-candidatura”, disse o empresário. No entendimento dele, a valorização da democracia promove a política saudável entre Direita e Esquerda. “Não existe política sem oposição”, enfatizou.

    Ele, que atuou como servidor público por 16 anos, comenta que a experiência no setor privado também pode ser um diferencial em campanha. Ele é enfático ao citar que o domínio da gestão empresarial e administração financeiras são pontos positivos para serem aplicados num cargo público. “Como empresário, aposto na desburocratização do sistema e reduzindo o percurso em busca de licenciamentos e alvarás, por exemplo. Também aposto na geração de emprego e rendas e nas parcerias público-privadas”, acrescentou.

    A psicóloga Ingrid Mendonça, que também se declara pré-candidata, condena pensamentos extremos sejam eles de Direita e Esquerda. Ela, que se considera de “centro”, afirma ser arriscado não aceitar ideias inovadoras de um dos lados, por apenas olhar pelo viés ideológico. “Tenho alguns princípios conservadores, mas admiro alguns pontos da esquerda e, por isso, muitas vezes sou chamada de petista. Ainda não sou filiada a nenhum partido, mas minhas decisões sempre serão equilibradas pelo centro”, comenta.

    Ao falar sobre o cenário político local e nacional, Ingrid reforça que em ambos os casos é necessário renovação. “É necessário que o país faça reformas, que haja uma renovação e uma ampliação de ideias e conceitos. É óbvio que ninguém inventa a roda, mas isso não nos impede de adotarmos políticas públicas positivas e eficazes de outros locais”, sinaliza.

    Sobre as inspirações política, a postulante a um cargo público destaca Tábata Amaral e Felipe Rigoni. “Passei a acompanhar o Felipe Rigoni porque ele tem deficiência visual. Além disso, percebi que ele e a Tabata são parlamentares como uma forma diferenciada de trabalhar. As pautas deles são trabalhadas em evidências e tudo que é apresentado é mais estrutura e envolvido na questão da transparência”, informou. No momento, ela se prepara para a próxima reunião, em Brasília.

    O especialista em mídias digitais, Fabrício Mendes, relembra que sempre se identificou com o projeto por acredita que a política é uma vocação e que não deve ser tratada como profissão ou carreira. “Entendo que o mais importante não é só crescer na política e sim ter a sensibilidade de saber a importância de estar capacitado para fazer uma mudança de verdade”, afirmou. Ele acredita que a inscrição de mais de 31 mil pessoas nesses programas mostra que existe muita gente comprometida com o desenvolvimento do Brasil.

    No entendimento dele, a cena atual do país é positiva, pois cria diálogos livres para cada cidadão concordar com o que desejar. “Defendo o diálogo, devemos construir diferentes pontes de unidade, mas não sou extremo porque acho perigoso para o país. Existem pessoas honestas com todos os vieses ideológicos, que podem fazer toda a diferença no processo democrático”, acrescentou. Por enquanto, Fabrício concentra-se na sua primeira reunião presencial com os escolhidos do Amazonas, que acontece dia 21 de setembro.

    A empresária Michelle Guimarães, formada pela primeira turma do RenovaBr, descreve que a oportunidade de crescimento e aprendizado proporciona conhecimento, prática e troca de experiências. “Neste encontro, em Brasília, todos poderão discutir pautas para cidades e como funciona a formação desses novos políticos”, completa. 

    Comentários