Fonte: OpenWeather

    Notas de Contexto


    Janot e o plano para matar Gilmar Mendes

    A cena do quase assassinato está narrada, sem detalhes, no livro Nada Menos que Tudo (Editora Planeta), que será lançado na próxima semana.

    O então chefe do Ministério Público Federal chegou a ver o ministro | Foto: Divulgação

    Rodrigo Janot era procurador-geral da República em maio de 2017, quando entrou armado no prédio principal do Supremo Tribunal Federal (STF) com a intenção de matar o ministro Gilmar Mendes, por insinuações que ele supostamente fizera sobre sua filha.

    O então chefe do Ministério Público Federal chegou a ver o ministro, porém desistiu no último segundo.

    O caso foi revelado nessa quinta-feira pelo jornal O Estado de S. Paulo. Os hoje desafetos eram amigos nos anos 1980 e chegaram a tomar cerveja juntos na Europa.

    Livro bomba

    A cena do quase assassinato está narrada, sem detalhes, no livro Nada Menos que Tudo (Editora Planeta), que será lançado na próxima semana.

    Saiba morrer...

    Instantes antes da última sessão plenária do Supremo durante o mandato de Janot, Gilmar Mendes usou erroneamente um trecho de um poema para se referir à despedida.

    ...quem viver não soube!

    — Eu diria em relação ao procurador-geral Janot uma frase de Bocage: ‘Que saiba morrer quem viver não soube’”, disse o ministro em 14 de setembro de 2017, quatro meses depois do episódio que, segundo Janot, quase tirou sua própria vida.

    A frase do soneto do poeta português Manuel Maria Barbosa Du Bocage diz, no entanto “Saiba morrer o que viver não soube”.

    ZFM e o narcotráfico segundo prefeito de Manaus

    O prefeito Arthur Virgílio fez um alerta àqueles que engrossam o coro contra a Zona Franca de Manaus.

    Segundo o prefeito, caso não haja incentivos ao modelo, as consequências seriam gravíssimas.

    — Se nós esvaziássemos esse Polo Industrial, teríamos um exército a ser recrutado pelo tráfico de drogas nesta cidade.

    Visão preconceituosa

    A advertência do prefeito foi feita durante a Reunião Ordinária do Conselho de Administração da Suframa (CAS) na sexta-feira (27).

    Onde Virgílio aproveitou para cutucar o governo Bolsonaro, criticando que o modelo tem sido visto com preconceito por parte do governo federal.

    Aquecimento global

    — Como se as pessoas tivessem o direito de ignorar o aquecimento global e ignorar o principal agente para se enfrentar o aquecimento global, que é a Floresta Amazônica –, alfinetou Artur.

    Diz alguma coisa, Bolsonaro!

    Para o tucano da Amazônia, falta uma palavra de tranquilidade, de preferência que venha da boca do presidente da República, com clareza.

    — Quem não gosta do modelo que aceite essa realidade: não se pode abandonar uma região tão relevante, hoje cercada pelo tráfico de drogas, que, cada dia mais, vem se tornando poderoso dentro deste Estado.

    Água é água....

    Projeto de Lei de autoria do vereador Chico Preto (PMN) quer estabelecer como norma que todas as distribuidoras e revendedoras de garrafões de água aceitem, no ato da compra, o vasilhame de qualquer marca.

    .... em qualquer garrafão!

    Muitos consumidores têm reclamado que, no ato da compra, as lojas só aceitam vender se o garrafão entregue pelo cliente seja da mesma marca do que está sendo adquirido.

    A situação, segundo o vereador, causa constrangimento desnecessário ao consumidor.

    Gás já é assim

    Chico Preto usou como justificativa de seu projeto que já há uma regulamentação semelhante em vigor acerca da compra de botijões de gás.

    Acordo garrafal

    A proposta de Chico é que a troca de vasilhames de água mineral ocorra entre as empresas, devendo ser acertada entre elas, da mesma forma que acontece com os botijões de gás.

    Previdência em destaque

    Pelo quarto ano consecutivo, a Fundação Amazonprev se manteve em primeiro lugar entre os estados da federação, ao conquistar o prêmio de Boas Práticas de Gestão Previdenciária, promovido pela Associação Nacional de Entidades de Previdência dos Estados e Municípios (Aneprem)

    Oscar para o AM

    Considerada o “Oscar da previdência brasileira”, a premiação teve resultado divulgado na última sexta-feira (27) e colocou a instituição do Amazonas à frente de estados como Rio de Janeiro, Alagoas, Rondônia e Amapá.

    A 10° edição do prêmio nacional levou em consideração diversos princípios que regem os Regimes Próprios de Previdência Social (RPPS), como transparência, ética e responsabilidade.

    Mais da metade

    O prefeito Arthur Virgílio (PSDB) exibia na sexta-feira um sorriso que ia de ponta a ponta da orelha.

    Dito e feito

    Como ele havia prometido– e muita gente duvidou –, em apenas cinco meses, as obras do Complexo Viário Roberto Campos, na avenida Constantino Nery, já alcançaram 53% dos serviços finalizados.

    Portanto, está de pé a meta de entregar o anel viário em dez meses.

    Aliás, com dois meses antes do prazo contratado.

    Cruzada pela ZFM

    O presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), Josué Neto, pretende reunir em Manaus - quando outubro chegar – os relatores da reforma tributária no Senado e Câmara Federal, assim como toda a bancada do Estado em Brasília.

    Josué, que também está de olho na cadeira de Arthur Virgílio, é o idealizador do “Encontro Amazônico de Planejamento e Tributação: A Reforma Tributária e os Impactos na Zona Franca de Manaus (ZFM)”, em parceria com o Conselho Regional de Economia (Corecon),

    Peregrinação em Brasília

    Inclusive, Josué já esteve em Brasília, onde formalizou o convite a diversas figuras políticas.

    — Vamos realizar o maior encontro para discutir economia da Região Norte, isso é extremamente importante para o período, onde se discute a reforma que vai atingir a Zona Franca –, comentou.

    Floresta em pé

    O presidente do Legislativo disse que a Assembleia está trabalhando para que o brasileiro possa enfim reconhecer que o modelo de desenvolvimento do Amazonas é sustentável.

    —E mais: que ele é o grande protetor da fauna e flora da região, que é responsável pela manutenção do clima no planeta!

    Comentários