Fonte: OpenWeather

    Prevenção


    Covid-19: Aleam e CMM estudam adiantar recesso parlamentar

    A medida visa reduzir o contágio entre deputados e vereadores das casas legislativas

    A medida visa reduzir o contágio entre deputados e vereadores das casas legislativas | Foto: Divulgação

    Manaus – Conversas de bastidores, levantam rumores sobre uma possível suspensão das atividades parlamentares na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) e na Câmara Municipal de Manaus (CMM), afim de evitar o contágio do coronavírus entre parlamentares, assessores e corpo técnico.

    Fontes próximas do presidente da Aleam, Josué Neto (Sem partido), disse que tem grande possibilidade de encerrar as atividades nesse período de 15 dias, tempo que o Covid-19 pode se proliferar, mas ainda está em discussão nos bastidores com os deputados estaduais a respeito das medidas futuras, quanto ao possível afastamento dos servidores para trabalhar em “home office”. A assessoria da presidência não confirmou a informação, alegando que o assunto não passa de suposições.

     Joelson Silva (PSDB), presidente da CMM, pode antecipar o recesso parlamentar de junho.  A “força-tarefa” da CMM, se reúne com o Departamento Médico (DM), na tarde terça-feira (17), para discutir as possibilidades de suspensão. Amanhã (18), a CMM pode se pronunciar oficialmente sobre o recesso.

    Grupo de risco

    Alguns vereadores e deputados são maiores de 60 anos e consequentemente, pertencem ao grupo de risco do Covid-19. Por recomendações médicas, mesmo sem apresentar qualquer sintoma de gripe ou resfriado, deputado Serafim Corrêa (PSB), 72 anos, ficará afastado das suas funções nesta semana.

    Em nota da assessoria de comunicação do parlamentar, a medida atende orientação do setor médico da Casa Legislativa. Serafim, integra o grupo de risco da doença, que são os idosos.

     Ainda em nota ao Jornal Em Tempo, o deputado estadual está em isolamento domiciliar, mantendo as atividades referentes ao mandato, a exemplo de análises de pareceres e confecção de projetos.

    Apesar de fazer parte do grupo de risco, o deputado Berlamino Lins (Progressistas), de 74 anos, manteve as suas atividades nas sessões plenárias. “Destaco as corretas providências do governador Wilson Lima na luta para evitar o avanço do vírus entre o nosso povo. Sobretudo as pessoas em situação de risco, com idade acima de 60 anos, em que me incluo, precisamos seguir as orientações do Ministério das Saúde, confiando na ação do Governo, tomando os cuidados necessário à preservação de todos”, ressalta o parlamentar.

    Seguindo as medidas preventivas, já divulgadas pelo presidente da Assembleia Legislativa, para evitar riscos de propagação do coronavírus no ambiente parlamentar, a deputada estadual professora Therezinha Ruiz (PSDB), restringiu a sua agenda à participação nas sessões em plenário, suspendendo as atividades externas e viagens. Os contatos com seus assessores estão sendo feitos também pelo telefone e de modo on line.

    “Orientei a nossa equipe a agir com prudência e responsabilidade, quanto aos sintomas e cuidados preventivos. Estamos diante de uma pandemia que afeta a humanidade em vários países, então temos que tomar os cuidados necessários com a saúde”, alerta a deputada.  

    Em relação ao seu gabinete parlamentar, Therezinha Ruiz afirma que continuará funcionando com uma escala de revezamento de funcionários. As grávidas e assessores com  mais de 60 anos foram dispensados para trabalhar em casa.   

    Comentários