Fonte: OpenWeather

    DESMONTE


    DEM e MDB vão anunciar saída do ‘Centrão’ na Câmara, nos próximos dias

    Desligamento do bloco partidário formado no início do ano foi anunciado pelas lideranças das legendas

    Centrão que tem 221 deputados federais vai reduzir para 158 de sete partidos | Foto: Divulgação

    Brasília - Os líderes do Democratas e do MDB informaram à Secretaria-Geral da Mesa da Câmara que vão deixar o bloco formado por 221 parlamentares comandado pelo líder do PP, deputado Arthur Lira (AL). O chamado “blocão” foi formado no início do ano para garantir maior representatividade dos partidos de centro na Comissão Mista de Orçamento (CMO).

    Atualmente, este é o único bloco em funcionamento na Câmara e prosseguirá com os seguintes partidos: PL, PP, PSD, Solidariedade, PTB, Pros e Avante. O número de deputados passará a ser de 158 (63 a menos).

    A quantidade de parlamentares dos blocos influencia na composição das comissões.

    Em nota divulgada nesta terça-feira (28), o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou que a formação e o desfazimento dos blocos no início de cada ano legislativo são práticas reiteradas na Câmara dos Deputados. Ele contestou a interpretação de que a saída das duas siglas tenha a ver com divergências internas entre os partidos ou tenha relação com a eleição para a Mesa Diretora, no próximo ano.

    “Como, em razão da pandemia, as comissões ainda não se reuniram, a existência do bloco acabou se prolongando. Seu desfazimento é natural, segue um padrão estabelecido pela prática congressual e nada tem a ver com a eleição para a Mesa Diretora em 2021, para a qual tradicionalmente são formados novos blocos”, afirmou Rodrigo Maia.


    *Com informações da Agência Câmara

    Comentários