Fonte: OpenWeather

    Com a Palavra


    'Já cumpri minha missão no parlamento', afirma Ricardo Nicolau

    Com ampla carreira política, o deputado diz que sempre sonhou em fazer mudanças em Manaus, no Poder Executivo

    Pré-candidato a prefeito, Nicolau diz que Manaus tem problemas que podem ser solucionados com planejamento | Foto: Marcelo Cadilhe

    Manaus - Com uma carreira iniciada na política como vereador em 1996, o hoje deputado estadual Ricardo Nicolau (PSD), decidiu entrar na política por influência de seu pai, Dr. Luiz Fernando Nicolau, ex-deputado federal. Aos 44 anos, Nicolau é deputado estadual pelo quinto mandato, diretor do Grupo Samel e agora se põe à disposição da população com uma pré-candidato à Prefeitura de Manaus. Para ele, a capital amazonense pode ser uma cidade ainda melhor.

    Na adolescente, aos 16 anos, Nicolau conta que já auxiliava seu pai na administração do extinto Hospital e Pronto-Socorro dos Acidentados. Seguindo os passos dele, ingressou na política partidária nos anos 90 e, tempos depois, foi eleito deputado estadual, reelegendo-se nos pleitos de 2006, 2010, 2014 e 2018. No biênio 2011/2012, Nicolau foi presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam).

    Aos 44 anos, Nicolau é deputado estadual pelo quinto mandato
    Aos 44 anos, Nicolau é deputado estadual pelo quinto mandato | Foto: Marcelo Cadilhe


    "

    Seria uma covardia minha sair da carreira política sem efetivamente tentar as mudanças que tanto sonhei e sempre quis realizar ao longo de toda a minha carreira, no Poder Executivo, que tem o poder constitucional de realizar. Então, quem irá decidir a minha permanência na política ou não, será a população "

    Ricardo Nicolau, deputado estadual, sobre a decisão de disputar à Prefeitura de Manaus

    Leia mais na entrevista exclusiva ao EM TEMPO:

    EM TEMPO - O senhor já pensou em desistir da política amazonense? Se sim, o que lhe fez permanecer e se tornar pré-candidato à Prefeitura de Manaus?

    Ricardo Nicolau - Ano passado cheguei a anunciar que este seria o meu último mandato como deputado estadual e de fato será, porque creio que já cumpri minha missão no parlamento, onde já exerci praticamente todos os cargos na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam).

    Em 1996 eu entrei na Câmara Municipal com muito desejo e vontade de mudar efetivamente a cidade de Manaus e dar minha parcela de contribuição. Fui vereador, deputado estadual e senti que é hora de colocarmos as nossas propostas, nosso nome e nossa experiência, tanto no parlamento, quanto no setor privado e na área da saúde, à disposição em benefício da cidade de Manaus.

    EM TEMPO - Como deputado estadual, quais o senhor acredita terem sido seus maiores feitos pelo Amazonas e, principalmente, pela capital?

    Ricardo Nicolau - Estou no parlamento há mais de 20 anos. Nesse tempo posso dizer que fiz 100% do que tive oportunidade, mas apenas 1% do que tive vontade, justamente porque o Poder Legislativo tem suas limitações e, por conta disso, ficamos meio engessados. Entretanto, dentre as ações que realizamos, podemos citar duas leis, nas quais fui autor, que reconheceu os mais de 20 mil autistas e as pessoas que possuem fissuras labiopalatinas como pessoas com deficiência para efeitos jurídicos. Além disso, durante a nossa gestão à frente da Assembleia, realizamos o primeiro concurso público depois de 26 anos.

    Nicolau diz que em 30 anos trabalhando na área da saúde, nunca viu nada parecido com o que vivemos na pandemia
    Nicolau diz que em 30 anos trabalhando na área da saúde, nunca viu nada parecido com o que vivemos na pandemia | Foto: Ricardo Moraes

    EM TEMPO - Em paralelo à vida pública, o senhor é gestor no grupo empresarial de saúde Samel e foi diretor do Hospital de Campanha Municipal Gilberto Novaes durante o período mais crítico da pandemia da Covid-19 em Manaus. Como foi essa experiência para o senhor?

    Ricardo Nicolau - Em 30 anos trabalhando na área da saúde, nunca vi nada parecido com o que vivemos na pandemia. Eu decidi me licenciar, pois senti que seria mais útil atuando na linha de frente no enfrentamento da pandemia. Eu senti na pele o que os pacientes sentiram, quando testei positivo para Covid-19, mas graças ao tratamento precoce, defendido pelo Grupo Samel desde o início, eu também consegui vencer o coronavírus. O Hospital de Campanha foi um projeto vitorioso porque conseguimos salvar mais de 600 vidas e conseguimos mostrar que é possível sim prestar um serviço de excelência em uma unidade de saúde pública.

    "

    Acredito que seja possível a criação de um hospital municipal de cirurgias eletivas. Além disso, temos um déficit muito grande em leitos de maternidade. Eu defendo a ampliação da Maternidade Moura Tapajós, e a construção de mais maternidades. A saúde precisa chegar a todos os manauaras "

    Ricardo Nicolau, pré-candidato a prefeito, sobre as pretensões na área de saúde

    EM TEMPO - Baseando-se em sua vivência na área da saúde, o que o senhor pretende fazer por essa esfera em uma Manaus pós-pandemia?

    Ricardo Nicolau - A pandemia escancarou a fragilidade no sistema de saúde pública, que não estava preparado nem para atender os pacientes que contraíram o coronavírus, e nem para atender pacientes com outras patologias. É preciso fazer uma restruturação urgente na saúde pública. Acredito que seja possível a criação de um hospital municipal de cirurgias eletivas. Além disso, temos um déficit muito grande em leitos de maternidade. Eu defendo a ampliação da Maternidade Moura Tapajós, e a construção de mais maternidades. A saúde precisa chegar a todos os manauaras. Hoje 80% da população não tem plano de saúde, e precisamos atingir 100% de cobertura, tanto na área médica, quanto na área odontológica.

    EM TEMPO - Além da saúde, quais outros setores de Manaus merecem atenção e quais seus planos para resolver as problemáticas mais discutidas pela população?

    Ricardo Nicolau - Manaus tem muitos problemas a serem enfrentados que precisam ser resolvidos com bom planejamento, com boa estratégia e metas, assim como ocorre no setor privado. A mobilidade urbana é um dos principais, que precisam tanto de intervenções profundas, como de intervenções simples, como as sincronizações dos sinais, fazer as direitas livres. A área de Segurança Pública também precisa ser vista com muita atenção. Manaus faz Segurança Pública como há 100 anos, e é preciso investir em tecnologias. Muito embora não seja uma obrigação constitucional da Prefeitura, mas é uma obrigação moral do gestor municipal para resguardar a vida dos manauaras.

    "Manaus tem muitos problemas a serem enfrentados que precisam ser resolvidos com bom planejamento", declara o deputado
    "Manaus tem muitos problemas a serem enfrentados que precisam ser resolvidos com bom planejamento", declara o deputado | Foto: Ricardo Moraes

    EM TEMPO - O senhor está há quase uma década filiado ao PSD e, recentemente, assumiu a presidência municipal. Quais seus critérios para formar uma coligação e fazer alianças partidárias nessa eleição?

    Ricardo Nicolau - Eu sou um dos fundadores do partido e sempre tive total liberdade e autonomia nas minhas decisões. Meus posicionamentos sempre foram respeitados, mesmo quando optei por caminhar em direções opostas. Agora à frente do Diretório Municipal PSD em Manaus, mantenho a mesma postura e posicionamentos independentes.

    Estamos buscando alianças com aqueles partidos que tenham os mesmos ideais que os nossos, que tenham comprometimento com o trabalho, para trazer um futuro diferente para Manaus. Já fechamos duas grandes alianças, uma com o Solidariedade, do deputado federal Bosco Saraiva, e outra com o PSB, do deputado estadual Serafim Corrêa e do vereador Marcelo Serafim. Temos a missão de fazer uma cidade muito melhor. Estamos trabalhando na elaboração de um plano de governo com pelo menos 55 metas administrativas para todas as áreas de atuação da prefeitura.

    EM TEMPO - Quais são os maiores desafios do próximo prefeito de Manaus? O senhor está pronto para vencê-los?

    Ricardo Nicolau - Manaus precisa ter investimentos importantes na educação, na mobilidade urbana, infraestrutura, na economia, segurança pública, entre outros setores. Estamos construindo um programa que seja viável que possa trazer a sociedade manaura um futuro muito melhor. Vamos fazer isso em conjunto, de forma coletiva, junto com os partidos aliados ao PSD e, principalmente, com a população. Coloco a minha experiência e a minha trajetória empresarial e parlamentar à disposição da cidade de Manaus. Cheguei num ponto de maturidade política, familiar e realização pessoal, para poder agora me dedicar exclusivamente para minha cidade e isso me motiva a enfrentar e vencer todos esses desafios.

    Veja mais:

    'Quero que me conheçam pelo meu trabalho', diz Caroline Braz

    'Serei bem franco: eu não me alio aos corruptos', diz Alfredo Menezes

    'As pessoas ainda não nos conhecem, mas vão conhecer', diz Romero Reis

    Comentários