Fonte: OpenWeather

    Campanha eleitoral


    Nicolau considera 'absurda' decisão que o proíbe de mencionar Samel

    Caso descumpra a ordem judicial, o candidato pode ser multado no valor de R$ 10 mil diários

    Nicolau considerou  natural citar a empresa que pertence à sua família quando fala da sua trajetória de vida
    Nicolau considerou natural citar a empresa que pertence à sua família quando fala da sua trajetória de vida | Foto: Divulgação

    Manaus - O  candidato à Prefeitura de Manaus, Ricardo Nicolau (PSD) considerou “absurda” a A decisão liminar da juíza Sanã Oliveira que o proíbe de mencionar a unidade hospitalar privada Samel em sua propaganda eleitoral. A magistrada atendeu pedido da coligação Avante Manaus, do candidato David Almeida (Avante). 

    Nesse sábado, 17, a juíza eleitoral da 63ª Zona Eleitoral e coordenadora da Fiscalização da Propaganda Eleitoral, proibiu Nicolau de usar o grupo Samel e a efetividade da cápsula Vanessa, em sua propaganda eleitoral, sob pena de ser multado em R$ 10 mil diários por cada descumprimento.

    A juíza frisou que a legislação proíbe a promoção de marca ou produto na propaganda eleitoral.

    “Veja que a promoção de marca ou produto, mesmo que seja feita inadvertidamente, de ser rechaçada pela Justiça Eleitoral, por ferir a isonomia entre os candidatos ao pleito, embora eminentes, sobressaem-se a estabelecimento ou grupo comercial privado, como é o caso da Samel”, argumentou Sanã. 

    Em relação à decisão, Ricardo Nicolau disse que sua assessoria jurídica considerou absurda o pedido da coligação adversária e que irá se pronunciar por meio de manifestação cabível na via judicial.

    O candidato ressaltou, ainda, que a empresa Samel é 100% privada e que atua há quase 30 anos como diretor do grupo, sendo natural e razoável citar a empresa que pertence à sua família quando fala da sua trajetória de vida.

    “É muito diferente de utilizar a estrutura do poder público a serviço eleitoral”, disse o candidato.

    Nicolau afirmou ainda que busca continuar sua campanha de forma limpa, respeitando a legislação, ouvindo as pessoas e apresentando projetos que realmente melhorem a vida de quem mora em Manaus.

    Conforme a defesa de David Almeida, Nicolau veiculou, durante seis dias consecutivos, de 9 a 14 de outubro, inserções irregulares na TV em que promove, reiteradamente, o grupo hospitalar privado.

    Leia Mais:

    Ricardo Nicolau apresenta plano para licença provisória automática

    'A Prefeitura de Manaus vai atuar na segurança pública', diz Nicolau

    Ricardo Nicolau cresce e empata em segundo lugar, aponta Ibope

    Comentários