Fonte: OpenWeather

    Presidência Senado


    Eduardo Braga pode ser aposta do MDB, aponta Folha de São Paulo

    Segundo a coluna Painel, Braga defendeu o retorno do critério de entregar a presidência do Senado à maior bancada da Casa

    O líder do MDB evitou prever como a Câmara vai reagir ao intento da sigla de comandar o Senado
    O líder do MDB evitou prever como a Câmara vai reagir ao intento da sigla de comandar o Senado | Foto: Divulgação

    Brasil - O nome do senador Eduardo Braga (MDB-AM), líder do MDB, é apontado como um possível candidato para disputar  à sucessão de Davi Alcolumbre (DEM-AP) na presidência do Senado. Segundo a coluna da Folha de São Paulo, o senador já se articula entre os candidatos

    Por enquanto, o discurso na bancada de senadores é de costurar um nome de consenso para lançar um candidato e atrair o apoio de outras legendas A intenção do MDB é voltar ao comando do Senado. 

    Segundo a Folha, Eduardo Braga defendeu o retorno do critério de entregar a presidência do Senado à maior bancada da Casa. Neste caso, ao MDB, que tem hoje 13 senadores.

    De acordo com a coluna, nesse cenário, o MDB já teria 4 nomes cotados como pré-candidatos à presidência do Senado: Braga, Eduardo Gomes (MDB-TO), Fernando Bezerra (MDB-PE) e Simone Tebet (MDB-MS).

    O líder do MDB evitou prever como a Câmara vai reagir ao intento da sigla de comandar o Senado.

    Com a mobilização, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) já começa a articular apoio do MDB para a disputa.

    No MDB, a avaliação é de que o candidato com mais chances de vitória será aquele que souber equilibrar uma posição intermediária entre Bolsonaro e o senador Renan Calheiros (MDB-AL), sem deixar que o apoio de um resulte na oposição do outro. 

    Leia mais:

    Maia diz que há votos para aprovar reforma tributária neste ano

    Bancada amazonense é contra novo tributo proposto por Bolsonaro

    Reforma tributária ficará para 2021 e ameaça a ZFM é adiada

    Comentários