Fonte: OpenWeather

    Prevenção


    Aleam adquire equipamentos para prevenção e combate a Covid-19

    Somado a isso, a Casa também segue cumprindo outras medidas de segurança em decorrência da pandemia

     

    O ambulatório da Casa Legislativa realiza também educação preventiva e testes de Covid
    O ambulatório da Casa Legislativa realiza também educação preventiva e testes de Covid | Foto: Divulgação

    Manaus - Diante do aumento de casos de Covid-19 na capital amazonense, a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam) realizou a aquisição de equipamentos de segurança como uma das medidas de prevenção ao vírus. Somado a isso, a Casa também segue com restrições em decorrência da pandemia.

    O Diretor de Saúde da Assembleia, médico Arnoldo Andrade, destaca que a Aleam está providenciando os EPI´s, com a autorização do presidente, deputado Josué Neto (Patriota). Ele enumera os itens comprados: 1.300 máscara N 95; 190 litros de álcool de superfície; 200 litros de álcool gel; aventais (num total de 450) e óculos de proteção individual destinados aos funcionários, que estão na linha de frente, num total de 23; 500 pares de proteção de pé; 1.280 pares de luvas; em torno de seis mil máscaras de proteção e aproximadamente mil fitas reagentes.

    A Casa, ainda de acordo com o médico, como forma de prevenção, oferece termômetros de entrada, um total de nove aparelhos para todas as pessoas que adentrarem à Assembleia, assim como está realizando os testes. Tanto a testagem com PCR, quanto a testagem da sorologia, conforme a orientação dos médicos. “Realizamos em torno de mil testes e continuaremos testando as pessoas”, enfatiza.

    Ainda segundo Arnoldo, o ambulatório médico da Assembleia Legislativa continua realizando educação preventiva, esclarecendo sobre o uso de máscara; álcool gel; distanciamento social; necessidade de suspensão de reuniões e de aglomeração no espaço e realizar uma escala voltada ao período de agravamento e aumento da contaminação da Covid-19.

    “Nossa mobilização prevê que do dia 31 de dezembro ao dia 31 de janeiro, reavaliaremos nossa conduta na área médica, assim como estamos reforçando a compra de medicamentos pertinentes ao combate à Covid-19, como a aquisição dos equipamentos para dar suporte aos nossos colaboradores. Além disso, vamos trabalhar em forma de escala para o atendimento dos nossos usuários na área médica, odontológica, psicológica, de enfermagem, serviço social e fisioterapia, e também dando suporte presencial, assim como faremos orientação por telefone aqueles que são do grupo de risco e que estão em casa, como os doentes crônicos e nossos aposentados”.

    Tratamento em casa

    Para os servidores que estão em casa e precisando de suporte de oxigênio, serão adquiridas recargas em um total de 26 para balão de oxigênio, assim como foram providenciadas medicações para combater a doença. “Tudo está sendo providenciado pela Mesa Diretora para dar o apoio devido aos nossos colaboradores”, explica o médico.

    “Estamos fazendo acompanhamento domiciliar, por meio de telefone ao grupo de risco, como também acompanhamento as pessoas que estão internadas, que é feito por meio do Serviço Social”, pontua, completando que as pessoas do grupo de risco estão trabalhando de casa e outras de forma híbrida, pois a ideia é diminuir o maior número de pessoas circulantes, para que se evite a contaminação maior pelo coronavírus, até a chegada da vacina. Trabalharemos sempre de forma preventiva e tentaremos fazer o tratamento na fase inicial e não esperar as coisas piorarem. Essa é a orientação para toda a equipe, tanto da área médica, quanto do Serviço Social”, esclarece.

    *Com informações da assessoria

    Leia Mais:

    PLs que garantem mais saúde à população são aprovados na Aleam

    Com orçamento de R$19 bilhões, LOA é aprovada na Aleam

    Com discrição, deputados aprovam reajuste na verba parlamentar

    Comentários