Fonte: OpenWeather

    Econ


    Vereadores aprovam frente para recuperação econômica pós Covid

    Segundo o autor da proposta, vereador Diego Afonso (PSL), a criação da Frente vai ajudar a minimizar impactos financeiros, na capital

     

    Seminários, debates e outros eventos serão realizados pela Frente
    Seminários, debates e outros eventos serão realizados pela Frente | Foto: Divulgação

    O Projeto de Resolução, que cria a Frente Parlamentar de Recuperação Econômica (Frenpre) dos impactos causados pela pandemia do vírus da covid-19, foi aprovado por unanimidade pelos vereadores da Câmara Municipal de Manaus (CMM) nesta segunda-feira (3). A votação seguiu parecer favorável da Comissão de Constituição Justiça e Redação (CCJR).

    Segundo o autor da proposta, vereador Diego Afonso (PSL), a criação da Frente vai ajudar a minimizar impactos financeiros, na capital.

    “O trabalho começa agora, nós queremos instalar logo a Frente na Casa, e no momento da instalação já apresentar um calendário extenso de muito trabalho, escutando todos os entes envolvidos econômicos da cidade, os representantes de todas as secretarias, para que a gente possa fazer uma agenda positiva. E no final, de fato, entregar um relatório com soluções para que a cidade possa começar a se recuperar economicamente”, explicou o parlamentar.

    Diego Afonso também criticou a retirada do projeto da empresa LG Eletronics do Brasil, da pauta da reunião do Conselho de Administração da Suframa (CAS) na última quarta-feira (28).

    O projeto, que transfere de São Paulo para Manaus a produção de notebook, microcomputador e monitor de LCD, foi aprovado apenas pelo Conselho de Desenvolvimento do Amazonas (Codam) no dia seguinte, quinta-feira (29), mas, para ser implantado, é necessário a aprovação dos dois conselhos responsáveis pelas isenções fiscais estaduais e federais.

    “Tiraram da planta o projeto da LG, açodadamente, sem justificativa. Mais um ataque do ministro Paulo Guedes à Manaus. Portanto, isso tudo precisa ser discutido dentro dessa Frente, todos os impactos que estão havendo e os prejuízos também, para que a bancada federal possa ajudar nesse momento em que estamos passando", disse.

    "Vamos defender isso amplamente na Frente, que tem essa mesma leitura, se predispõe a plantar soluções, mostrar um caminho para que a economia volte a aquecer e crescer, e novos postos de trabalho sejam garantidos”, completou Diego Afonso.

     

    Seminários, debates e outros eventos serão realizados pela Frente, com o objetivo de aprofundar a discussão sobre a atual situação econômica na capital amazonense. A instalação deve ser realizada pelos próximos dias, com a votação do presidente e vice-presidente, e a composição dos membros.

    *Com informações da assessoria

    Leia Mais:

    'Nossa saúde precisa de socorro', diz vereadora Yomara Lins

    Ensino domiciliar gera debates entre parlamentares do AM

    Tribunal confirma impeachment de Wilson Witzel (PSC)

    Comentários