Fonte: OpenWeather

    Saúde


    Bactérias podem migrar da boca ao coração pela falta de higiene e levar à morte

    Dentes precisam ser cuidados para evitar infecções que comprometem o coração - Foto: Divulgação

    Na boca humana pode se encontrar cerca de 700 tipos de bactérias. Geralmente, elas não causam grandes impactos e as pessoas convivem bem com essa população de micróbios, que são controlados através da escovação dos dentes e  uso do fio dental.

    Mas quando essas bactérias – especialmente um determinado tipo chamado Streptococcus gordonii – saem do controle, por causa da falta de cuidado com a higiene, podem migrar para outros tecidos através da corrente sanguínea. Os efeitos podem ser devastadores para o coração, cérebro e pulmão.

    De acordo com pesquisa da Universidade de Bristol, localizado no Reino Unido, a endocardite e a cardiopatia podem ser causadas por esse tipo de bactéria – que estimula a formação de coágulos de sangue nas válvulas do coração, levando o paciente a um quadro de insuficiência cardíaca aguda e grave. A doença pode chegar a causar inflamações generalizadas que, caso não tratadas, podem levar a morte.

    Leia também: Arritmias cardíacas: 10 informações úteis para seu coração bater no ritmo certo

    Segundo a dentista Monique Braga, que atende em Manaus, doenças periodontais podem levar a morte em decorrência das inflamações que se espalham por outros órgãos. “A higiene bucal é de extrema importância. Inflamações bucais que causam sangramentos, caso não tratadas, podem ser uma bomba relógio, afetando principalmente o coração, por conta das bactérias que são transportadas pela corrente sanguínea. ”

    Os sintomas mais comuns de endocardite bacteriana são febre baixa, fadiga, perda de peso sem motivo aparente, suor excessivo e dores nas articulações.

    O cardiologista amazonense Aristóteles Alencar, explicou que a infecção generalizada é o maior problema causado por bactérias bucais.

    “Caso bactérias bucais sejam engolidas, podem chegar as válvulas do coração e se alojar nas paredes do órgão. Caso uma pessoa já possua doença nas artérias coronárias, as infecções irão impedir a passagem do sangue, ocasionando a endocardite. Caso não tratada, essa doença pode levar à morte", disse o médico.

    EM TEMPO

    Leia mais:

    Por que extrair o siso? Tire suas dúvidas sobre a cirurgia

    Cerca de 40% dos casos de surdez são causados por doenças durante a gestação

    A cada 40 segundos, uma pessoa morre vítima de doença cardiovascular no Brasil

    Comentários