Fonte: OpenWeather

    Gripe


    Amazonas espera vacinar mais de 1 milhão de pessoas contra a gripe

    Postos de vacinação do Amazonas imunizam idosos com 60 anos ou mais e trabalhadores da saúde na primeira etapa da Campanha

    Vacina contra o vírus influenza
    Vacina contra o vírus influenza | Foto: Reprodução


    Manaus- Dos 62 municípios do Amazonas, nove vão receber as doses da vacina contra Influenza com a ajuda da Força Aérea Brasileira (FAB), nos próximos dias.  São municípios de difícil acesso, informa a Secretaria de Saúde do estado. Os postos de vacinação do estado do Amazonas imunizam idosos com 60 anos ou mais e trabalhadores da saúde na primeira etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra o vírus Influenza, que causa a gripe.

    Idosos com 60 anos ou mais que vivem em Manaus não precisam sair de casa. As equipes de saúde vão até o domicílio para aplicar a vacina nas pessoas que são acompanhados pela Estratégia Saúde da Família (ESF). Aqueles que não são assistidos na estratégia devem se cadastrar por meio do site da Secretaria de Saúde Municipal e agendar a vacina. 

    Prevenção 

    Nos demais municípios do estado, a vacinação é feita nos postos de saúde. Os municípios amazonenses têm autonomia para definir as estratégias de vacinação em seus postos de saúde, seguindo a recomendação do Ministério da Saúde de evitar aglomerações por causa do coronavírus, Se houver fila, os idosos devem manter distância de dois metros.

    Izabel Nascimento, coordenadora estadual de Imunização da Secretaria de Saúde do Amazonas, afirma que a população precisa ser vacinada para evitar a propagação do vírus Influenza. Ela também dá outras dicas para evitar a gripe.

    “Nós precisamos, efetivamente, diminuir não só a circulação viral do coronavírus, mas também do Influenza. Ao espirrar, use o cotovelo, use o lenço, lave a mãos, não empreste seus materiais de uso pessoal para outras pessoas. Enfim, são coisinhas básicas.” 

    Fases da campanha

    O estado recebeu 216 mil doses para iniciar a campanha. Nas próximas semanas, o Ministério da Saúde deve enviar novas doses da vacina para o Amazonas. A meta é vacinar, pelo menos, 90% do público-alvo da campanha, o que corresponde a 1,2 milhão de pessoas. 

    Na segunda fase da campanha, a partir de 16 de abril, serão vacinados membros das forças de segurança e salvamento, doentes crônicos, caminhoneiros, motoristas de transporte coletivo e portuários. A partir de 9 de maio, na terceira etapa, entram professores, crianças de 6 meses a menores de 6 anos, grávidas, mães no pós-parto, população indígena, pessoas com 55 anos ou mais e pessoas com deficiência. 

    Com a pandemia do coronavírus, o Ministério da Saúde antecipou a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe. A ideia é permitir que os médicos façam o diagnóstico e encaminhem os pacientes. Gripe e Covid-19 têm sintomas parecidos. As autoridades em saúde lembram que a vacina contra a gripe não protege contra o coronavírus. 

    De acordo com o último Boletim Epidemiológico da Síndrome Respiratória Aguda Grave no estado do Amazonas, divulgado pela Fundação de Vigilância em Saúde, desde novembro de 2019 foram notificados 19 casos de Influenza, 15 pelo tipo B do vírus e quatro pelo conhecido subtipo A (H1N1). Três pessoas morreram em Manaus por Influenza B.

    Grupos de risco 

    Idosos, gestantes, doentes crônicos e os grupos de risco contemplados no calendário de vacinação não podem deixar de se vacinar. Francieli Fontana, coordenadora Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde, afirma que essa é a melhor forma de se proteger da gripe. 

    “A melhor maneira de reduzir a chance de adquirir Influenza grave e contagiar outras pessoas é a vacinação. Ela oferece imunidade aos três tipos de vírus da gripe que circulam em qualquer estação, tanto no inverno como no verão.” 

    Por recomendação do Ministério da Saúde a rede pública de saúde do Amazonas interrompeu, temporariamente, as vacinas de rotina. Ficam mantidas apenas as campanhas contra Sarampo e Influenza. O objetivo é reduzir o contato dos idosos com 60 anos ou mais, que são atendidos na primeira fase da campanha de vacinação. Em caso de fila, os idosos devem manter distância de dois metros.

    Para mais informações sobre a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe, acesse: saude.gov.br/vacinabrasil

    Leia mais: 

    Homem de 86 anos com 13 doenças crônicas é curado do coronavírus

    Pela 1ª vez desde janeiro, China não registra mortes por covid-19

    Mosquito da dengue pode transmitir quatro sorotipos da doença

    Comentários