Fonte: OpenWeather

    Higiene Pessoal


    Cuidados com os dentes ajudam a prevenir complicações da Covid-19

    Especialistas alertam sobre cuidados com a saúde bucal na quarentena

    Entenda por que não se pode deixar de lado a higiene bucal durante a crise da Covid-19 | Foto: AntonioGuillem

    Manaus - A pandemia ocasionada pelo novo Coronavírus no mundo fez com que a população redobrasse os cuidados com a higiene pessoal como forma de evitar o contágio do vírus. Nesse contexto, vale lembrar a importância de manter a atenção aos cuidados bucais durante o período de quarentena.

    A saúde bucal é responsável por manter a saúde geral do corpo humano. É por meio dela que podemos ajudar a manter a atividade dos anticorpos e, por consequência, aumentar  a imunidade do organismo. Segundo a dentista, Aline Rezende, a atenção com os cuidados odontológicos deve continuar mesmo em isolamento social. 

    . Segundo a dentista, Aline Rezende, a atenção com os cuidados odontológicos deve continuar mesmo em isolamento social
    . Segundo a dentista, Aline Rezende, a atenção com os cuidados odontológicos deve continuar mesmo em isolamento social | Foto: Arquivo Pessoal

    “Neste momento de quarentena que estamos vivenciando devido a pandemia, saímos literalmente de nossas rotinas, mas não devemos descuidar da saúde bucal, pois é mantendo a cavidade bucal limpa que a pessoa vai estar se protegendo de doenças como gengivite, cáries, mau hálito, infecções e urgências odontológicas”, explicou a especialista.

    A boca é considerada a principal porta de entrada para vírus em geral ea ausência da saúde bucal pode provocar infecções graves e até mesmo doenças, a dentista Yasmin Mendes destacou os malefícios que a falta da saúde bucal pode trazer.

    “A boca é uma porta de entrada para microrganismos que podem causar doenças sistêmicas, podendo afetar órgãos como o coração e pulmão. Então, é essencial mantermos a boca livre de infecções com alguns cuidados básicos e nesse momento ouvirmos falar muito sobre a prevenção. Logo, vale levarmos em consideração que os bons hábitos em saúde bucal são essenciais para prevenir infecções e inflamações na boca, o que poderia comprometer diretamente a resposta imunológica, predispondo o organismo à doença inoportunas, como o coronavírus”, ressaltou a dentista.

    De acordo com as orientações técnicas feitas pelo Ministério da Saúde e dos órgãos da saúde a população, só deve buscar atendimento odontológico durante  a quarentena em caso de urgência ou emergência. Pensando nisso, as especialistas orientaram alguns cuidados que devemos ter para a manutenção da saúde da boca, do corpo e eficazes contra a contaminação e evitando a necessidade de possíveis idas ao dentista durante a quarentena. 

    Entre as recomendações estão; escovar os dentes pelo menos três vezes ao dia, após as principais refeições, fazer o uso do fio dental todos os dias, higienizar a língua após a escovação e manter uma alimentação balanceada.

    Crianças e idoso

    Em casos de resistência na hora da escovação, os pais devem incentivas os filhos de forma educativa
    Em casos de resistência na hora da escovação, os pais devem incentivas os filhos de forma educativa | Foto: Reprodução

    Durante a quarentena é importante orientar e ajudar os familiares, principalmente com a saúde bucal de crianças e idosos por serem mais vulneráveis a doenças em geral. Yasmin orientou como os pais podem tornar o momento de escovar os dentes mais lúdico para seus filhos.

    “É interessante que os pais criem uma rotina diária de higiene bucal e faça com que esse momento seja agradável, logo a criança irá associar a escovação a coisas positivas e não será uma tarefa difícil manter a sua saúde bucal. Caso haja alguma dificuldade ou resistência por parte da criança, os pais podem usar alguns artifícios, como mostrar vídeos educativos sobre a escovação, comprar uma escova de dente de personagens que a criança goste, cantar música e outras técnicas que podem auxiliar o entendimento da criança para o momento de higiene”, recomendou Mendes.

    As técnicas de incentivo servem em casos de resistência, mas também oferece a criança a preocupação com a saúde bucal e os pais devem incentivar cada vez mais a prática, como a assistente social Heline Maia, que criou uma parceria com a filha Luiza de cinco anos na hora da escovação.

    “Ela é uma criança muito tranquila quando se trata de escovar os dentes, eu sempre a levei ao dentista por conta dos dentes neonatais que ela nasceu, então sempre foi algo que ela aceitou bem, criamos até uma técnica aqui em casa, sempre que vou escovar meu dente já deixo um pouco de creme dental na escova dela e ela faz a mesma coisa para mim, durante a quarentena o cuidado bucal aumentou”, explica a mãe.

    A designer Fabiana Oliveira, fez da escovação uma atividade obrigatória na rotina do filho de nove anos. Segundo ela a quarenta mudou a vida de todos, mas para em sua residência a saúde bucal continua a mesma. 

    “Durante a quarentena tudo mudou e os dias passaram a ser mais cansativos com todos em casa, mas sempre ensinei a escovar os dentes depois das refeições. Então tudo pode mudar, mas escovar os dentes de manhã, a tarde e à noite é regra”, ressaltou Fabiana.

    Os cuidados com as dentaduras também são essenciais para a saúde da boca
    Os cuidados com as dentaduras também são essenciais para a saúde da boca | Foto: Reprodução

    Os cuidados com a saúde bucal durante a quarentena também devem ser intensificados entre os idosos, principalmente aqueles que fazem uso de dentaduras. 

    “A dentadura é parte importante da saúde bucal e merecem cuidado especial, o ideal para quem faz uso da dentadura é higieniza-las diariamente com os produtos adequados para que não cause fungos na prótese. É válido lembrar que as próteses não são dentes naturais, pois isso use detergente ao invés de creme dental na hora de higienizar também é recomendado o uso de uma escova apropriada, faça desse momento sua rotina e a sua saúde irá agradecer”, afirmou Aline.

    Comentários