Fonte: OpenWeather

    Pandemia


    Vacina possibilita redução do número de casos de covid-19, afirma CFM

    Conselho de Medicina pede ao governo uma campanha ampla de vacinação

     

     CFM ressaltou ser necessário respeitar as decisões tomadas pela Anvisa
    CFM ressaltou ser necessário respeitar as decisões tomadas pela Anvisa | Foto: Alexandre Sanches

    O Conselho Federal de Medicina (CFM) divulgou uma nota na qual, além de se manifestar favorável à vacinação contra o covid-19, “clama às autoridades a adoção de uma ampla campanha de vacinação”, que permitirá ao país “lograr êxito em sua cruzada” contra a pandemia.

    A manifestação se dá após a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) ter dado o aval positivo em relação à segurança e à eficácia dos imunizantes.

    De acordo com o CFM, “os resultados divulgados apontam taxas de eficácia que tornam possível a redução do número de casos de covid-19 de maneira geral e, em particular, em relação às formas graves da doença”, informou por meio de nota.

    “A imunização de grande parcela da população é fundamental para que haja redução significativa da circulação do vírus e, consequentemente, da transmissão. Assim, espera-se controlar o avanço da pandemia e permitir a retomada plena das atividades econômicas e das relações em sociedade, tão logo grande parte da população esteja vacinada”, complementa do conselho.

    O CFM ressaltou ser necessário respeitar as decisões tomadas pela Anvisa no que se refere à aprovação emergencial ou definitiva das vacinas, e com relação à transparência nos processos decisórios, bem como de monitoramento e fiscalização no período pós-vacinação.

    Pede, ainda, a valorização do Programa Nacional de Imunização.

    Leia mais 

    Butantan aponta: CoronaVac tem 100% de eficácia para casos graves

    Dia D, Hora H: vacinação começa dia 20 de janeiro às 10h, diz Pazuello

    Mais de um milhão de doses da vacina contra Covid são destinadas ao AM


    Comentários